Projetou em torno o olhar metódico e rigoroso. Observou os menores objetos dispostos sobre a mesa. Conferiu a posição de alguns lápis, bem como o comprimento de suas pontas. Acertou a distância entre o lap top e as pranchetas sobre as quais preenchia os formulários. Corrigiu o ângulo em que situara as caixas de clipes, grampos e post its. Da distância recomendada, enxergou sua poltrona e a que ficava em frente a ela, destinada aos clientes, de que se aproximou devagar, contando os passos. Flagrou três fios de cabelo no espaldar de couro. Retirou-os com a pinça que mantinha no bolso direito do colete. Atirou-os no triturador de resíduos e impurezas que mandara instalar no lavabo. Higienizou as mãos e fechou a porta, girando a maçaneta com a mão envolta num lenço. Reclamaria, mais tarde, do serviço especializado de limpeza, contratado para aspirar tapetes e móveis ao fim de cada dia. Olhou pela janela. O dia lhe pareceu nublado. Ao longe, ouviu ruídos do desagradável trânsito que importunava a vida na metrópole. Com um controle remoto, acionou as persianas. Em seguida, ligou o ar condicionado, instalando a temperatura comprovadamente adequada à boa relação com a clientela.

Outro procedimento preliminar era o teste do espelho. Alto o suficiente para mostrar desde o brilho dos sapatos até a correção do penteado, fixava-se em uma das paredes da ampla sala, adornada, ainda, com algumas esculturas e com quadros de alto valor no mercado da arte. Contemplando sua imagem refletida, Friedrich mostrava-se especialmente sensível às marcas do rosto, contra as quais lutava impiedosamente, recorrendo a intervenções estéticas e a tratamentos caros, à base de produtos importados. Queria a face lisa. Não gostava de nada que pudesse macular sua fisionomia. Precisava transmitir firmeza e serenidade. Sempre. Outra de suas preocupações era o nó da gravata, invariavelmente o mesmo. Naquela manhã, estava irretocável, o que comemorou com um medido sorriso de satisfação. Tendo quase finalizado o check list, respirou fundo, ganhando fôlego para o longo expediente.

Ordenou que Frida entrasse. Sua secretária obedecia, como ele, a critérios estritos de apresentação. Assim que a mulher se postou no local reservado a examiná-la, Friedrich passou em revista o seu vestuário, calçados e acessórios, hálito, perfume e maquiagem. Aplicada, raramente precisava alterar algum detalhe, a funcionária que o chefe procurara a vida inteira.

O relógio marcou as nove da manhã. Hamilton já aguardava a sua vez do lado de fora. Friedrich indicou-lhe, com um gesto, onde deveria sentar-se. Cordial, mas solene, iniciou a execução do protocolo de atendimento, a prancheta em punho. Para começar, leu o lema: ‘Foco e precisão são o segredo do meu sucesso. Deles não me desvio, nem um milímetro’. Depois da pausa, prosseguiu: ‘Vamos então, sem rodeios, apurar as informações necessárias ao trabalho. Número um: nome completo da pessoa a ser eliminada’.